quarta-feira, 21 de setembro de 2011

O seu cãozinho não para de lamber as patinhas e está se coçando muito? Cães também podem ter alergias. Saiba como ajudar o seu amiguinho.

Fonte: foodallergy-dogs

Assim como as pessoas, os cães podem apresentar sintomas alérgicos quando o sistema imunológico passa a reconhecer certas substâncias ou alérgenos diários como perigosos. Mesmo que estes alérgenos sejam comuns na maioria dos ambientes e inofensivos para a maioria dos animais, um cão com alergia terá uma reação extrema a eles. Alérgenos podem ser problemáticos quando inalados, ingeridos ou quando em contato com a pele de um cão. Enquanto o organismo do animal tenta livrar-se dessas substâncias uma variedade de sintomas digestivos e de pele podem aparecer.

Quais são os sintomas gerais de Alergias em Cães?

  • Coceira, pele vermelha, úmida ou queda de pelo (áreas de alopecia)
  • Olhos lacrimejantes e coceira nos olhos
  • Prurido vai e volta na base da cauda (alergia a picada de pulga, mais comum)
  • Coceira e infecções de ouvido
  • Espirros
  • Vômitos
  • Diarréia
  • Ronco causado por uma garganta inflamada
  • Animal lambe constantemente as patinhas, elas ficam vermelhas, as vezes, inchadas e úmidas.

Cães alérgicos também podem sofrer de infecções secundárias, causadas por bactérias da pele ou leveduras, as quais podem levar a perda de pelo e a formação de crostas.
Qualquer cão pode desenvolver alergia em qualquer momento durante sua vida, mas as reações alérgicas parecem ser especialmente comuns em algumas racas, como por exemplo: Lhasa Apso, Shih tzu, Dálmata, Pugs, Setters, Boston, Schnauzers, terriers, retrievers e buldogues.

Quais substâncias podem ser alérgicas para os cães?

  • Pólen de árvores, grama e ervas daninhas
  • Esporos de mofo
  • Poeira e ácaros
  • Penas
  • Fumaça de cigarro
  • Ingredientes alimentares (por exemplo, carne, frango, carne de porco, milho, trigo ou soja)
  • Alguns medicamentos
  • Pulgas e controle de pulgas - produtos (A picada de uma pulga pode desencadear coceira intensa de duas a três semanas).
  • Perfumes
  • Produtos de limpeza
  • Tecidos
  • Shampoo inseticida
  • Borracha e materiais plásticos 

Os cães podem ser alérgicos a alimentos?
Sim, e isso muitas vezes exige trabalho de um "detetive", pois descobrir que substância está causando a reação alérgica exige um processo longo e detalhado. Cães com alergia alimentar irão normalmente apresentar comichão na pele, dificuldades respiratórias e/ou problemas gastrointestinais como; diarréia e vômitos. Uma dieta de eliminação, muito provavelmente, será usada para determinar quais alimentos causam a alergia. Se seu cão é especificamente alérgico a frango, por exemplo, você deve evitar alimentá-lo com todos os produtos a base de proteínas e/ou gordura dessas aves.

Obs. As alergias alimentares podem aparecer em cães em qualquer faixa etária.

O que devo fazer se achar que meu cão tem alergias?
Leve-o ao veterinário. Depois de avaliar o histórico clínico do animal, história completa e realizar um exame físico,o veterinário poderá ser capaz de determinar a origem da reação alérgica do seu animal. Se não, ele irá provavelmente recomendar exames de raspado de pele e/ou exames de sangue, além de uma dieta de eliminação especial, para descobrir o que está causando a reação alérgica.

Como são diagnosticadas as alergias?
Se a pele do seu cão apresentar coceira, estiver vermelha e/ou irritada e após um tratamento prévio, indicado por um veterinário, o animal não apresentar melhora no quadro clínico testes de alergia, na maioria das vezes, realizados por um dermatologista veterinário serão provavelmente necessários. O teste de diagnóstico de escolha é um teste intradérmico semelhante ao realizado em seres humanos.

Obs. Muitos cães com diagnóstico de uma alergia alimentar exigirão refeições caseiras, mas isso devera ser feito com  a ajuda de um veterinário, pois requer equilíbrio alimentar cuidadoso.

Como pode ser tratado o animal com alergia?
A melhor maneira de tratar as alergias é remover os alérgenos do ambiente.
A prevenção é o melhor tratamento para alergias causadas por pulgas. Iniciar um programa de controle de pulgas para todos os seus animais de estimação antes do início da temporada pode ajudar muito. Lembre-se, animais de estimação ao ar livre podem levar pulgas para dentro de casa. Consulte o veterinário sobre os melhores produtos para controle de pulgas no animal e no ambiente.
Se o pó é o problema, limpe a cama do seu animal uma vez por semana, aspire a casa, pelo menos, duas vezes por semana o que inclui os tapetes, cortinas e outros materiais que possam acumular poeira.
Banhos semanais podem ajudar a aliviar a coceira e remover alérgenos ambientais e pólen da pele do seu cão. Discuta com o seu veterinário quais os melhores shampoos e qual a frequência de banhos necessária. Produtos errados podem alterar a pele do animal e ate mesmo piorar o quadro clínico.
Se você suspeita que seu cão tem uma alergia alimentar, ele terá que ser colocado em uma dieta exclusiva. Uma vez que a alergia é determinada, o seu veterinário irá recomendar alimentos específicos ou uma dieta caseira balanceada.

Existem medicamentos contra a alergia em cães?
Uma vez que, determinadas substâncias não podem ser removidas do ambiente, o veterinário poderá recomendar medicamentos para controlar a reação alérgica.
No caso de alérgenos seu cão pode beneficiar de injeções de alergia. Essas irão ajudar seu animal de estimação a desenvolver resistência contra o agente agressor, ao invés de, apenas mascarar a coceira.
Anti-histamínicos, tais como Benadryl, pode ser usado, mas só pode beneficiar uma pequena porcentagem de cães com alergias. Pergunte ao seu veterinário primeiro.
Suplementos de ácidos graxos podem ajudar a aliviar a coceira na pele do seu cão. Há também shampoos que podem ajudar a prevenir a infecção da pele, que ocorre comumente em cães com alergias.
Uma droga que module o sistema imunológico também pode ser útil. Existem vários produtos para a prevenção de pulgas que podem ser aplicados mensalmente na pele do seu cão.

Obs. Se o problema for grave, talvez sera necessário recorrer à cortisona para controlar a alergia. No entanto, estes medicamentos são fortes e devem ser usados ​​com cuidado e somente sob a orientação do médico veterinário.



O veterinário irá ajudar no tratamento e controle das alergias nos cães, melhorando a qualidade de vida desses animais. Leve o seu cãozinho ao veterinário regularmente, cuide bem do seu melhor amigo! 




Artigos e fontes utilizadas:        
http://pets.webmd.com/dogs/dog-skin-allergies-reactions                                                                                                                                 http://www.merck-animal-health.com/    
                                         

22 comentários:

  1. Parabens pelo post! =)
    Muito bem explicadinho!

    Beijos Bruna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada, pelo comentário! Fico feliz por poder compartilhar essas informações e ajudar nossos amiguinhos de quatro patas...

      Excluir
  2. Gostei muito das espricaçoes,muito boa.
    muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou... breve breve teremos novas publicações. Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  3. Olá Nayara.
    Tudo bem?
    Fui dar banho em meu Cocker esta semana com um novo Shampoo, o mesmo ficou cheio de casquinhas, anda se coçando muito e lambendo suas patinhas. Vou voltar ao shampoo anterior. Sendo que essa coceira, demora para acabar? O que ele pode tomar para aliviar a coceira?

    Desde já agradeço sua atenção.
    Abraços, Helio.
    helioserrani@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hélio, tudo bem?

      O shampoo pode sim ter influenciado no desenvolvimento das "casquinhas" e coceira. Os problemas de pele, geralmente, precisam passar por uma avaliação veterinária. Na clínica utilizamos de alguns procedimentos para identificar a causa primária do problema, procedimentos simples, como por exemplo, uma raspado de pele. Com isso, evitamos o início de um tratamento equivocado, o que poderia agravar o caso.

      Minha recomendação é que leve o seu animal a uma clínica ou Pet onde eles irão realizar esses procedimentos, e além disso suspenda o uso do produto e diminua o número de banhos - evite utilizar shampoos com cheiros, utilize shampoos neutros específicos para cães. Ao dar banho no seu animal sempre o seque bem, principalmente entre as dobrinhas e as patinhas. Cuidado com a temperatura do secador para não queimar a pele e causar uma irritação por queimadura.

      Boa Sorte!

      Excluir
  4. Oi Hélio, tudo bem?

    O shampoo pode sim ter influenciado no desenvolvimento das "casquinhas" e coceira. Os problemas de pele, geralmente, precisam passar por uma avaliação veterinária. Na clínica utilizamos de alguns procedimentos para identificar a causa primária do problema, procedimentos simples, como por exemplo, uma raspado de pele. Com isso, evitamos o início de um tratamento equivocado, o que poderia agravar o caso.

    Minha recomendação é que leve o seu animal a uma clínica ou Pet onde eles irão realizar esses procedimentos, e além disso suspenda o uso do produto e diminua o número de banhos - evite utilizar shampoos com cheiros, utilize shampoos neutros específicos para cães. Ao dar banho no seu animal sempre o seque bem, principalmente entre as dobrinhas e as patinhas. Cuidado com a temperatura do secador para não queimar a pele e causar uma irritação por queimadura.

    Boa Sorte!

    ResponderExcluir
  5. Oi. Minha cachorra está com as 4 patas inchadas e coça muito, ela nem consegue andar, será que um anti histamínico melhoraria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula, td bem?! Minha recomendação é que leve a sua cachorrinha a uma clínica ou Pet para uma consulta direta com um veterinário. Os problemas de pele, geralmente, precisam passar por uma avaliação veterinária mais criteriosa. Na clínica utilizamos de alguns procedimentos para identificar a causa primária do problema, procedimentos simples, como por exemplo, uma raspado de pele. Com isso, evitamos o início de um tratamento equivocado, o que poderia agravar o caso. Espero que ela esteja melhor, esse tipo de dermatite interdigital incomoda bastante. O anti-histamínico, dependendo do caso, não irá auxiliar em nada. Melhoras para a sua amiguinha e sucesso no tratamento veterinário!

      Excluir
  6. Obrigada pela explicação. Excelente!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom!! Fico muito feliz em poder ajuda-los. Esse é o objetivo desse blog... trazer informações úteis para que os nossos amigos de patafofa possam ser bem cuidados!
      Obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  7. você pode ter certeza que ajudou um cachorro(que tenho como irmão) aqui em minha casa. muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom pessoal!! Fico muito feliz em poder ajuda-los. Esse é o objetivo desse blog... trazer informações úteis para que os nossos amigos de patafofa possam ser bem cuidados! Adorei os comentários. Obrigada

      Excluir
  8. Oii ... a minha cachorrinha ta com as qatro pata embaixo vermelha ela lambe muito..dia e noite...sera qe e sarna? Eu to passano remedio... mas passo pros resto da pata..o sera?

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Bem, diante de um quadro dermatológico insisto em dizer que a avaliação clínica/física é indispensável para o sucesso no tratamento.
      A avaliação veterinária deve ser criteriosa, e os procedimentos realizados devem visar, principalmente, a identificação da causa primária do problema. Assim o tratamento não será equivocado, o que poderia em algumas situações agravar o caso. Vou falar um pouquinho sobre as causas mais comuns de pododermatite em cães. Você irá compreender que o diagnóstico diferencial é essencial para o sucesso no tratamento.

      Essa infecção pode ou não estar limitada as patas do animal. É importante salientar que existem muitas causas possíveis para uma infecção nas patas, incluindo alergias, estresse, pode também ter início através de lesões causadas por corpos estranhos, traumatismo, contato com substâncias irritantes, queimaduras (pedras ásperas, tosa...), associadas a infecções parasitárias ( sarna demodécica, Ancylostoma, carrapatos). Pode ter início psicogênico.

      Se o seu animal apresenta coceira nas patas uma biópsia de pele é uma boa sugestão para encontrar a causa, principalmente se a doença já é crônica, onde o tecido cicatricial impede um raspado apropriado. Vale ressaltar que o clínico veterinário, mesmo não encontrando os parasitos na observação da lâmina, como acontece em muitos casos, deverá prestar atenção também na anamnese, sintomas e na distribuição das lesões, para presumir um diagnóstico.

      Excluir
  9. Oi,gostaria de saber,oque minha cachorrina tem,tem uma coceira insuportavel nas patas,que lambe tanto ate ficar,carne viva,ja levei em varios veterinarios,e todos nao conseguem,diagnosticar,o que ela tem,ja fizeram todos os exames,mas nada deu,a ultima veterinaria que eu levei ,disse que e estresse de muito carinho,preciso de ajuda,a pata dela dianteira,esta surpe inchada,o que devo fazer?obrigada patricia'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, diante de um quadro dermatológico insisto em dizer que a avaliação clínica/física é indispensável para o sucesso no tratamento.
      A avaliação veterinária deve ser criteriosa, e os procedimentos realizados devem visar, principalmente, a identificação da causa primária do problema. Assim o tratamento não será equivocado, o que poderia em algumas situações agravar o caso. Vou falar um pouquinho sobre as causas mais comuns de pododermatite em cães. Você irá compreender que o diagnóstico diferencial é essencial para o sucesso no tratamento.

      Essa infecção pode ou não estar limitada as patas do animal. É importante salientar que existem muitas causas possíveis para uma infecção nas patas, incluindo alergias, estresse, pode também ter início através de lesões causadas por corpos estranhos, traumatismo, contato com substâncias irritantes, queimaduras (pedras ásperas, tosa...), associadas a infecções parasitárias ( sarna demodécica, Ancylostoma, carrapatos). Pode ter início psicogênico.

      Se o seu animal apresenta coceira nas patas uma biópsia de pele é uma boa sugestão para encontrar a causa, principalmente se a doença já é crônica, onde o tecido cicatricial impede um raspado apropriado. Vale ressaltar que o clínico veterinário, mesmo não encontrando os parasitos na observação da lâmina, como acontece em muitos casos, deverá prestar atenção também na anamnese, sintomas e na distribuição das lesões, para presumir um diagnóstico.

      Excluir
  10. Olá, meu Shihtizu tem 2 anos e apresentava muito vômito e coceira. Após uma avaliação com um veterinário, passamos a dar uma ração hipoalergênica e tiramos todo e qualquer petisco como frutas e pãezinhos que ele gostava de comer. Ele já acostumou com a ração, o vômito diminuiu, mas há 2 dias está se coçando muito, mesmo após voltar do banho. A pergunta é: Existe alguma outra coisa que possamos fazer? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana, tudo bem?!

      O ideal é que ele voltasse ao veterinário que iniciou o tratamento para uma consulta de retorno. As alergias em cães são mesmo difíceis de controlar, e até que se tenha um controle total sobre elas é necessário realizar alguns exames para diagnósticos diferenciais e identificação da causa primária, visto que são variadas as causas de alergias. Os problemas de pele, geralmente, precisam passar por uma avaliação veterinária criteriosa, com isso, evitamos o início de um tratamento equivocado, que poderia agravar o caso. Melhoras para o seu amiguinho e sucesso no tratamento veterinário! O acompanhamento veterinário é imprescindível para o sucesso no tratamento.

      Excluir
  11. Boa Tarde

    Tenho uma shi-tzu femea, e ela apresenta muita coceira, estou controlando com ração hipoalergenica e um remédio a base de corticoide, só que a coceira permanece, e em dias de calor a coceira fica pior, usa shampoo com base de antibiotico, e toma banho toda semana com ele, mas ela tem ganhado muito peso está com 11kg e vive de cone, pois lambe muito as patas e coça os rosto até se machucar. Preciso de uma ajuda, ela vai no veterinário periodicamente, mas a coçeira esta cada dia maior.... agradeço desde já. Juliana

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Tenho uma poodle e ela está com as 04 patinhas vermelhas e inchadas. Já fui a vários veterinários e nenhum consegui melhorar a situação. Ela já tomou todos medicamentos possiveis e também já usou vários cremes e pomadas nas patinhas.
    Tenho muito cuidado com ela (não pisa na grama, a cama e lençóis são trocados 2x semana)... não sei o que fazer...
    Ela por muito tempo tomou corticoides e agora tem hipercorticismo e não pode mais tomar corticoides....
    O que eu faço?
    Preciso muito de ajuda.

    ResponderExcluir
  13. meu cão tem erupções cutâneas nas patas e no corpo, além de coceiras insistentes no corpo, ela também se lambe constantemente; gostaria de saber se esse problema pode estar relacionado a ácido úrico.

    ResponderExcluir